30.10.15

Os erros dos cientistas

Alguns métodos para diminuir a influência das falhas de percepção humanas na pesquisa científica. Supondo erros honestos, obviamente.



Um modelo para a venda de órgãos

When I donated a kidney a few months ago to a total stranger, I wasn’t thinking about market forces. I had simply realized that I couldn’t bear to have two healthy kidneys while knowing that someone out there would certainly die of renal failure. When I was wheeled out of the hospital, I began wondering what could be done, economically or socially, to make more people open to the idea of organ donation.

24.10.15

A carne do futuro

A produção de carne barata tem um grande impacto ambiental. Por isso a produção de alternativas vegetais mais interessantes do que carne de soja é uma área em desenvolvimento.

Só parece fácil

Cozinhar um ovo parece simples, mas é preciso harmonizar três fatores diferentes: consistência da clara, da gema e a dificuldade de descascar. Esse guia explica como.

Religião X Ciência

Segundo uma pesquisa americana recente, religiosos vêem menos conflitos entre ciência e religião do que não-religiosos. Uns poucos pontos principais trazem atrito: a evolução das espécies e o Big Bang. Só a natureza da realidade e o nossa posição nela, coisa pouca.

Agora com mais queijo!

Todos os novos emoji no mais importante upgrade do iOS de todos.

Eu sempre uso "wordpass098"

Uma menina americana de sexta série criou um negócio vendendo senhas seguras. Genial!

23.10.15

Esqueça o livro, leia a resenha

Uma ótima resenha de Purity, novo livro de Jonathan Franzen - um texto tão bom de ler que você nem precisa saber quem é Franzen.

O maior inventor do mundo

O americano Lowell Wood é um inventor extremamente produtivo, tendo superado Edson em patentes registradas.


18.10.15

Filantropia de Livre Mercado

Bill Gates, George Soros e outros megafilantropos colocam seu muito dinheiro para trabalar pela melhoria do mundo nos seus termos. Conceitos como "democracia" ficam de lado, mas isso é necessariamente ruim?

16.10.15

O Fim do Mundo

Acho que eu comprei umas cinco edições da Playboy na vida - uma delas sendo uma coletânea de entrevistas. Embora normalmente seja uma piada, dizer que compra a revista por causa dos artigos se torna totalmente razoável ao se ler uma seleção dos melhores textos publicados em Playboy - cuja versão americana vai parar de publicar mulher pelada em breve.

(Inclusive sou forçado a admitir que eu preferia ter feito uma entrevista dessas do que ter conhecido intimamente alguma dessas moças.)

11.10.15

Vamos brincar, vamos brincar com Playmobil

This, in my opinion, is where Playmobil’s virtue lies. No one would argue that Lego does not inspire creative, constructive play. But more and more Lego relies on its associations with pop culture in order to catch a child’s attention. The child may build and create, but the narrative is simply copied from the movie. It’s easy to snark, but Playmobil has quietly walked a different path over the past decade—slower, less flashy, more generic scenarios, much fewer licensing deals. This type of unscripted play is very good, for children and the culture. Playmobil may hold tighter to ideals of independent, imaginative narrative play, and it represents a less crass, less marketed, less ironic or knowing type of play.

E você se achava guloso

O soldado polonês Charles Domery comia gatos, grama, velas e tudo mais que pudesse - além de desertar do exército do seu país para ter mais comida no exército francês.

9.10.15

No soup for you!

O comitê do Nobel vai fazer de tudo para não dar o prêmio de literatura para o Murakami. Até premiar Svetlana Alexievich, a primeira escritora de não-ficção depois de cinquenta anos.



5.10.15

Cocaphernalia

Nos anos 70, cheirar era tão normal nos EUA que havia um monte de anúncios de acessórios para cocaína. Muito obrigado, Nixon!

O Dalai-Lama aprova!

Se seus monges estão faltando muito e falta um som na hora de meditar, experimente esse gerador de música budista.

2.10.15